Ex-cantor gospel Jessé Aguiar se assume gay: ‘Para alguns vai ser um choque’

Lia Xan
Lia Xan 4 Min Read
4 Min Read

Artista fez um vídeo contando como foi seu processo de aceitação e revelou que já tentou tirar a própria vida

O cantor Jessé Aguiar, que ficou conhecido por cantar músicas gospel, assumiu aos 21 anos que é gay. Em um vídeo de desabafo publicado em suas redes sociais, o artista contou como foi lidar com a questão da sexualidade crescendo em uma família cristã. “Acho que isso para alguns vai ser um choque ou para outros não. Algumas pessoas vão ficar ‘meu Deus, eu não sabia’, outras vão falar ‘eu já desconfiava’, acho que como já sempre falam, e outras vão até brincar ‘choca um total de zero pessoas’. Eu não estou aqui para confirmar boatos, não estou aqui para afirmar teses, estou aqui para cumprir e fechar um processo no qual venho vivendo desde os meus 12 anos”, declarou. “Com 12 anos de idade, eu descobri sobre a minha sexualidade. Eu venho de uma família cristã, eu sou de um berço evangélico e a gente sabe que esse contexto é um pouco complicado para pessoas que são gays. Não contei para ninguém a respeito disso, guardei para mim mesmo, até porque, como eu disse, o contexto que eu vivia reprimia bastante essa questão. Com 14 anos, eu já não estava mais dando conta de guardar e sufocar isso dentro de mim, sabe? Eu tive que contar para minha mãe.”

Conforme relatado por Jessé no vídeo, a mãe dele ficou em choque quando ele se assumiu. “Desde quando eu era pequeno, eles [os pais] sempre projetaram quem eu seria na cabeça deles, acho que é algo natural. E quando minha mãe se deparou com o filho dela gay, isso assustou ela de certa forma. No começo, não contei para muitas pessoas. Lembro que na época, eu namorava uma menina, cheguei a comentar com ela, ela foi muito empática comigo e teve muita paciência”, contou. Na adolescência, o cantor começou a lidar com uma luta interna, isso porque ele se sentia “errado” por ser gay, pois isso ia contra ao que era pregado na igreja que frequentou desde pequeno. “Teve madrugada que virei a noite orando e chorando”, relembrou. Foi nesse período que ele desenvolveu depressão e ansiedade, pois se sentia culpado por ser homossexual. “A virada de chave na minha vida a respeito disso, de eu olhar para mim mesmo e não me sentir mais culpado, de olhar para mim mesmo e não me sentir mais julgado ou auto sabotando, foi quando eu tentei o suicídio, mais ou menos em 2020, e, depois disso, eu parei em frente ao espelho, olhei para mim mesmo e falei: ‘Cara, não tem nada de errado com você, não existe nada de anormal, não existe nada de diferente só porque você é gay’. Quando aderi a essa autoaceitação, foi quando as coisas começaram a se tornar mais leves para mim”, concluiu o ex-artista gospel.

 

Share This Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

fapjunk
Reading: Ex-cantor gospel Jessé Aguiar se assume gay: ‘Para alguns vai ser um choque’

© 2024 Globo Brasil- [email protected]