Empresa portuguesa é prejudicada por golpe de empresas brasileiras: tudo sobre o caso

Lia Xan
Lia Xan 4 Min Read
4 Min Read
Angelo Marcio Calixto Bonamigo

Recentemente, um escândalo comercial envolvendo uma empresa portuguesa e as empresas brasileiras Limex e Calixto, chamou a atenção das empresas para a importância de se proteger contra acordos comerciais não cumpridos. Nesse caso, as empresas brasileiras de Mauricio Mendes Dutra, dono da Limex, e Angelo Márcio Calixto Bonamigo, dono da Calixto, aplicaram um golpe na empresa portuguesa, deixando-a em meio a consequências desastrosas. 

Se você está interessado e quer conhecer mais sobre esse caso envolvendo as três empresas, acompanhe essa leitura até o final!

Entendendo o caso

A história toda entre Mauricio Mendes Dutra, Angelo Márcio Calixto Bonamigo e o empresário à frente da empresa portuguesa teve início a partir de uma proposta de negócio para viabilizar a importação e exportação de produtos alimentícios, especialmente o amendoim, no mercado internacional. Inicialmente, a empresa portuguesa investiu uma grande quantidade de dinheiro para que toda a logística de transporte fosse possível. 

Contudo, a confiança depositada nas empresas brasileiras foi traiçoeiramente aproveitada, levantando as primeiras desconfianças sobre essa relação entre empresas. Isso, pois parte significativa dos fundos enviados para o Brasil destinados à compra de mercadorias foi desviada para fins ilícitos, inclusive para custear extravagâncias pessoais, como viagens de luxo para Mauricio Mendes Dutra e sua família.

Mauricio Mendes Dutra
Mauricio Mendes Dutra

Os danos causados

No entanto, a trama envolvendo as empresas não parou por aí. Ainda em outubro de 2022, a empresa portuguesa foi responsável por financiar a presença da Calixto, empresa de Angelo Márcio Calixto Bonamigo, na SIAL, uma feira internacional em Paris. Essa viagem aconteceu sob o pretexto de expandir a Calixto Foods para o mercado europeu em união à empresa portuguesa. Além dessa viagem, houve ainda o custeio de uma viagem de Calixto para Londres. 

É muito importante notar que os danos financeiros causados à empresa portuguesa foram devastadores, totalizando aproximadamente €2.000.000, o que representa um golpe de proporções alarmantes e que fazem perceber quão grande é a importância de se prevenir em todas as ações empresariais realizadas. Afinal, sem proteção jurídica constante, as empresas ficam suscetíveis a golpes semelhantes, mesmo quando os acordos empresariais são feitos entre pessoas de confiança. 

Reparações a serem feitas

Outro ponto importante que configura a investigação desse caso é que houve uma formalização muito tardia dessa parceria, causando dificuldades jurídicas para que todas as fraudes sejam analisadas e devidamente reparadas a partir das decisões do processo judicial.  Além disso, há a questão sobre sobre o crédito gerado pela empresa Calixto Foods Brasil e a falha no pagamento das quotas acordadas entre Alexandre Fernandes e os sócios da Limex e Calixto.

Angelo Marcio Calixto Bonamigo
Angelo Marcio Calixto Bonamigo

Consequências para as empresas envolvidas

Este golpe não só prejudicou financeiramente a empresa portuguesa, mas também manchou a reputação das empresas brasileiras envolvidas, levantando a desconfiança sobre suas operações comerciais. O caso continua a correr na justiça e, agora, espera-se que todos os danos sejam devidamente reparados. 

A importância da proteção jurídica

Assim como você pode ter notado, contar com todos os meios e ferramentas para garantir sua proteção jurídica é fundamental no mundo dos negócios. Afinal, ninguém deseja passar por uma situação como a que está sendo enfrentada pelo empresário da empresa portuguesa. Sendo assim, a dica é clara: busque o auxílio profissional adequado para te guiar durante os processos empresariais!

Share This Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *