Investir em combustíveis: uma boa aposta?

Lia Xan
Lia Xan 5 Min Read
5 Min Read
Cleiton Santos Santana

O que torna o mercado de combustíveis tão atrativo?

De acordo com o empresário Cleiton Santos Santana, o mercado de capitais está cada vez mais diversificado, usando novos instrumentos de captação de recursos para projetos de infraestrutura. Um exemplo é o Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC). No setor de energia e combustíveis, que movimenta trilhões de dólares globalmente, há um interesse crescente. No Brasil, os fundos de investimento em combustíveis se concentram em empresas que produzem, refinam, distribuem ou comercializam combustíveis como gasolina, diesel, etanol e gás natural. Esses fundos oferecem uma oportunidade atraente para investidores que buscam exposição ao setor energético, especialmente ao mercado de combustíveis.

O setor de óleo e gás no Brasil ilustra bem essa potencialidade, representando 15% do PIB industrial em 2022. Desse total, 8% vieram do mercado de derivados de petróleo e biocombustíveis, enquanto 7% foram provenientes da extração de petróleo e gás natural. O empresário Cleiton Santos Santana, do Grupo BSO, ressalta que a adoção de critérios ambientais, sociais e de governança (ESG) pode tornar esses fundos ainda mais atrativos, especialmente para investidores preocupados com práticas sustentáveis e responsáveis.

Como os investimentos estão sendo direcionados?

No Brasil, há um crescimento significativo nos investimentos em energias renováveis e combustíveis. O fundo BSO – Brazil Special Opportunities exemplifica isso, combinando um FIDC, o ZEUS, que investe na cadeia de combustíveis, e um FIP, o Atenas, focado na infraestrutura logística. Entre os clientes do ZEUS estão distribuidoras de combustíveis, tradings e até uma refinaria de petróleo. A recente guerra na Ucrânia também abriu novas oportunidades de arbitragem com derivados de petróleo importados de países como Rússia e Emirados Árabes Unidos, ampliando ainda mais o campo de atuação do fundo.

O BSO também está expandindo para o negócio de tancagem em portos, com o FIP Atena investindo na Stronghold Infra. Em 2023, a Stronghold Infra adquiriu a Liquipar, vencedora do leilão do terminal PAR50 no Porto de Paranaguá. Com uma capacidade inicial de 71 milhões de litros, o terminal deve atingir 200 milhões de litros até 2025, com investimentos de R$ 450 milhões. Esses projetos exemplificam o potencial de crescimento e rentabilidade dentro do mercado de combustíveis no Brasil.

O Brasil está preparado para liderar a transição energética?

Os fundos de investimento também estão apostando em projetos de energia alternativa e renovável, como biocombustíveis, combustíveis sintéticos e hidrogênio verde. Segundo o empresário Cleiton Santos Santana, fundador e cotista no Grupo BSO, o Brasil, líder mundial em investimentos em energia limpa, está à frente na transformação relacionada às mudanças climáticas e preservação da biodiversidade. 

Em 2023, o país se consolidou como o terceiro maior destino de investimentos em energias renováveis, com um total que ultrapassou US$ 25 bilhões, segundo o relatório Energy Transition Investment Trends 2024. A evolução dos investimentos em combustíveis no Brasil reflete uma tendência em direção a uma matriz energética mais diversificada, sustentável e eficiente. Embora os combustíveis fósseis ainda desempenhem um papel importante, há uma crescente preferência por fontes de energia mais limpas e renováveis, impulsionada por avanços tecnológicos e preocupações ambientais. Para o fundador e costa no Grupo BSO, Cleiton Santos Santana, esse movimento reforça a posição do Brasil como um player global no setor de energia.

Conclusão

O mercado de combustíveis no Brasil oferece oportunidades promissoras para investidores, especialmente com a crescente ênfase em práticas ESG e a expansão das energias renováveis. Fundos como o BSO exemplificam como estratégias bem planejadas podem proporcionar altos retornos e contribuir para uma transição energética sustentável. Com uma matriz energética diversificada e um papel crescente no cenário global, o Brasil está bem posicionado para liderar a transformação no setor de combustíveis.

Share This Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

fapjunk
Reading: Investir em combustíveis: uma boa aposta?

© 2024 Globo Brasil- [email protected]